sábado, 11 de outubro de 2008

Quem impõe os limites é você!

Ao som de "Somente Seu Senhor", "Coração", "O Amor Vai Compreender", "Presente de Deus", "Muro" e "Não Preciso Mais Temer" do Leonardo Gonçalves.



Não quero criar um texto sensacionalista, mas sim, inteligente e determinado.

O que você tem feito para que Deus aja através de você? No que você tem se apoiado para render-lhe louvores? Com seu trabalho, estudos, amores, criatividades, habilidades, amizades, vontades e desejos?

O caminho é rude, exigente, ninguém disse que segui-Lo seria fácil, nem Ele mesmo disse que seria! Talvez por isso muitos prefiram ficar desacreditados Nele, negá-Lo pois o caminho é árduo e exige de nós o que simplesmente nós mesmos gostaríamos para nós e de nós. Talvez por isso muitos batam na tecla de que Deus é o “Papai Noel dos adultos”. No entanto, Deus não se cria, entende. Deus se segue, sente e vive.

O que você tem dito que é impossível e desistido, reclamado? Lembre-se que se eu, o pior dos piores, que cai várias vezes devido o orgulho e o fato dos desejos da carne serem maiores que o próprio espírito... Se eu que sou o que sou me levanto e continuo a tentar, a enfrentar o árduo caminho a ser seguido, porque você também não pode? Lembre-se de que quem impõe os limites ao ser é o próprio ser. Deus te conhece por inteiro, os teus dias, e respeita as tuas desavenças e descrenças. Note bem, ele respeita, mas não quer dizer que aceite, por ter te criado Ele sabe o que é melhor para você, mas se fizesse isso, seria contraditório com o que nos foi dado de presente que é capacidade de ir e vir, de escolha, de raciocínio lógico, de criar, e também, destruir.

Deus age a partir do momento que você permite que ele aja. Simples assim! Ele não se mete na sua vida, você é quem o convida a dar uma de “entrosado”. Ele entra em ação quando nós permitimos. Reconhecer é necessário, creia apenas que o “Papai Noel dos adultos” pode romper os limites que nós mesmos impomos. Tudo que Deus quer é a sua devoção e amor. Naturalmente diz-se não a aquilo que impede de estar mais próximo Dele. Se somos por natureza pecadores e ambiciosos, que essa ambição tenha também o seu lado santo, e eis que ela se faz correta. Querer sempre um pouco mais de Deus não faz de ninguém um articulador ou aproveitador.

Creia apenas de que Ele pode agir através de você, seja quem for o que tenha feito ou faz. Cristo acredita que você pode mudar vidas, mas para que isso aconteça a sua precisa ser mudada antes. Então quem sabe finalmente com o seu trabalho, estudos, amores, criatividades, habilidades, amizades, vontades e desejos, você renda em alto e bom som, brados e júbilos de louvor. Pois este é contagioso.

4 comentários:

Mary West disse...

Olhaa...Prefiro mesmo ser meu proprio deus ó.

Camila :) disse...

éeh essas perguntaas do começo ninguem saberaa xe
bejoo

Camila :) disse...

posteei hojeee;)

T disse...

O title já disse tudo. Gostei daqui.