quarta-feira, 14 de julho de 2010

“É, só eu sei…”

E lá vai um ano de solteirice (13 de julho) ^^.
Yeah! Para trilha sonora da vez, nada melhor como Triste do Jobim na voz da Elis. Porque o grande lance é a ironia como único ponto de fuga.

4 comentários:

Mary Carvalho disse...

Tu é o único que vi, até agora, comemorar solteirice. oO
rsrsrsrs

Até!

Nanda Assis disse...

estar solteiro e bom.

bjos...

tkdsl disse...

Tu gosta dela ô seu besta ...
Se não gostasse, tava comemorando outro amor, não a falta dela (ou seja, o que tu chama de solterice!)

[M]. Atahualpa disse...

Pois é Mary. Comemorar também porque é uma forma de dizer que não se está fechado para o mundo. E Eliz, tu sacou a mensagem ^^.

Nunca deixei de gostar dela, o ponto importante que vale ressaltar é o de educar esse tal "gostar". Puxa vida, acredito que depois de um ano tenha sido possível conquistar esse objetivo. O sentimento nunca passa, mas o respeito e a cumplicidade de antes ainda se faz presente.