quarta-feira, 25 de julho de 2007

Tanto Faz

Inconstância.
Maravilha.
Intolerância.
Dizem ser ruim.
Ah! Quero mais é curtir.
Curtir pra que?
Se dizem... O futuro é morrer.
Curtir sim, pois se o futuro é morrer, quero ter curtido bastante.
Mas pra que?
Se vou cansar e gastar dinheiro.
Dinheiro é pra gastar.
Logo sou mão-de-vaca.
Sim, e confesso, sou mesmo.
Poderia até não ser.
Mas nessa corrida por “tutu” que vivemos, cada 10 “cents” é riqueza.
Eu?
Quase sempre.
Sozinho?
Às vezes.
Por quê?
Nem sei.
Dizem por aí que sou muito chato.
Isso é uma verdade.
Exigente?
Muito.
Viajante?
Só na maionese.
Sonhador?
Desde que nasci.
Escreve sem saber o que escreve?
Sim, como agora.
Qual o sentido disso?
Sei lá, pensamentos não são respostas.
São perguntas e indagações feitas pelo ego.
Quem sabe dou sorte e me respondam algumas.
Cansado?
Sim e muito.
Do quê?
De qualquer coisa.
De qualquer rosto.
De qualquer mania, gesto, palavra, roupa, cor, ar, cama, comida, de mim.
Das manifestações baseadas em mentiras.
Das pessoas que acham ser alguma coisa.
Suas verdades são os livros que lêem.
Grandes mentiras.
O que quero?
Qualquer coisa que me faça sentir bem.
Qualquer coisa que me faça dar gargalhada.
Qualquer coisa que preencha meu vazio temporário.
Qualquer coisa material e viva, que possa valer a pena amar!

3 comentários:

Jorge Reis .. disse...

Adorei o testo veio
esssa reflexao ta otimaa
abraços!! mais um blog pra eu ler aee
euaeh se cuida!

nanny disse...

eu nem sabia que tu tinha blog...
e teu blog eh legal
(a maioria eh insuportável)
virarei leitora assidua....
texto bom...
bem tua cara...
=)

tâmara disse...

bom saber que alguem pensa parecido conosco...
te dollo demais mocinho, não te entendo as vezes, mas eh bom demais tentar!
=*