terça-feira, 29 de abril de 2008

Muita pose não significa nada

Muita pose não significa nada
Muita opção ou a falta dela significa muito
Palavras evasivas me irritam
Palavras carregadas me irritam
Gestos vazios mascarados com falsa inteligência me dão repúdio
Pessoas que pouco falam, atuam com destreza mas também pecam no calor!

Marionetes, desejantes, tobogãs, virtuosos das letras
Vazios, nostálgicos, parados, encarnados... Meu deus como tenho raiva
Porque eles não falam?
Porque eles não sorriem?
Porque eles não palpam?
Porque eu me importo tanto?

Distâncias enormes, problemas inexistentes
Nunca foi tão bom estar distante de uma pessoa e ela ainda estar aqui presente
Nunca foi tão delicioso ser invejoso, rancoroso, um diabo...
Afim de acabar com os sonhos, com os planos
Um diabo encarnado que tem apenas a dizer e gritar “PARE”!
Jamais faça negócios com seus sentimentos, eles são seus, roube o dos outros.

No fim do mundo, o meu mundo
No fim do universo, o meu universo, pois cada ser é um universo
As galáxias se colidem, sobrando apenas poeira
Um som opaco no espaço, não sideral, mas este aqui, bem aqui
Olhares falsos, manias falsas, inteligências repugnantes
Tudo isso aqui não passa de inveja e desejo, quero ter o que você teve.



ps.: Não gosto desse texto, mas tudo bem...

2 comentários:

Mary West disse...

Muita pose realmente não é sinonimo de atitude. As pessoas constantemente confudem isso.

camila chaves disse...

tu não gosta mas eu gosto!

cai dentro, agora, cumpadi!

huahuahuahuahuahuahuahauhua

não estava acompanhando as coisas por aqui porque estava sem internet. mas agora que tudo opera nas suas devidas "normalidades" (normalidades entre aspas porque em se tratando de internet discada não se pode falar de normalidades assim, com tanta convicção), estou de volta.

obrigada pelas atenciosas leituras e comentários fofinhos. hihi. ^^ te deixei um comentário no texto anterior. beijo,