domingo, 18 de outubro de 2009

O objeto

Eu presencio o novo
O novo me constrange
O novo me apaixona
O novo causa drama.

Tragédia
Caos
Espontaneidade
Misericórdia
Dor no peito
Diarréia
Mente atrofiada
Ansiedade espumando
Sentimento indo dum extremo a outro em segundos
Olhos alertas e olheiras fundas.

Medo
Indignação
Pavor
Raiva
Questionamento
Solidão
Quase uma amargura
Esperança
Suspensão de pensamento
Suspensão de desejo
Sonho
Plano de vida
Simplicidade
Pureza de coração
Nada mais existe se não a pressão interna.

Mãos tremem
Corpo inteiro sua
Olho olhos
Sinto mão
Dou abraço
Sinto o cheiro
Toco nos cabelos sem a intenção de tocar
Noto as curvas
Vejo as nádegas
A cintura bruta e os traços faciais suaves contrastando com o físico atlético.

Fico apenas a observar
Não posso realmente tocar
Medo
Inveja
Indignação
Rancor
Bipolar
Surto psicótico
Apenas a vontade de saciar um pensamento
Um plano
Um sonho
Um pretexto para fazer o que é possível entender como inviável ou infrutífero tudo pelo simples fato de estar ali e não se sentir estando ou fazendo parte tudo por estar ali e tocar sem sentir estar realmente tocando tudo por estar ali e por saber que cada palavra entra e sai por esses ouvidos como se fossem outras quaisquer porque eu sei que tudo isso é mera condição do acaso e cada vez mais provo de que certas pessoas não nasceram para o acaso nem coisa alguma.

Apenas para ficarem sós.

5 comentários:

Marcelo Mayer disse...

nossa... o objeto somos nós!
caralho!
FODA!!!!

Katrina disse...

Me lembrou Gullar.
Alucinante a sequência de palavras, soam rápidas, como balas. Objetos-balas.

Lua disse...

A sós não. Mas simplesmente nasceram para algo maior.
Adoro a maneira como você usa palavras como 'diarréia'
haha, beijos :*

Adriana Gehlen disse...

precisamos do novo sempre.

belo

Gildean Farias disse...

Poema envolventemente louco, bizarro, com e sem sentido ao mesmo tempo...

Muito BOM companheiro!!

PRABÉNS!!

PS. Ah! Não esquece de visitar meu blog (www.gildeanfarias.blogspot.com) e deixar um comentário tbm!!


VALEU!!!